Saiba como funciona a pulverização com drones na agricultura

17 de junho de 2021 | Aerofotogrametria, Agricultura, Meio Ambiente, Pulverização

A pulverização com drones na agricultura tem sido cada vez mais utilizada no Brasil, país em que o agronegócio é um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento econômico. Motivos para isso não faltam: aplicação exata das doses, controle no local certo, economia de tempo e recursos estão entre os principais fatores.

Só para que você tenha ideia, a pulverização com drones na agricultura já é executada na China por cerca de 200 mil drones, enquanto no Brasil, onde este serviço ainda dá os seus primeiros passos, mais de mil desses equipamentos já realizam tal função, segundo dados apresentados na última edição da DroneShow Latin America.

Uma das principais vantagens desse tipo de Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) nesse setor é o fato de que ele pode ser utilizado em lavouras de todos os portes, independentemente da cultura cultivada no local. Nesse sentido, a pulverização com drones na agricultura já larga na dianteira em relação aos aviões, tratores e costais.

A questão segurança também é muito levada em conta ao se optar pela pulverização com drones na agricultura. Ao contrário dos demais veículos e equipamentos, os quais exigem a presença humana no interior dos talhões, os drones dependem, unicamente, de alguém que faça o planejamento e a operação do voo, o que pode ser realizado em um local seguro, nas proximidades da propriedade.

Saiba mais sobre o uso de drones na agricultura

Principais benefícios da pulverização com drones na agricultura

Entre os principais benefícios da pulverização com drones na agricultura, destacamos a segurança dos trabalhadores; riqueza de detalhes obtida no levantamento; manejo otimizado nas lavouras; redução do amassamento das culturas; economia dos produtos fitossanitários e aplicação em áreas de difícil acesso.

Atualmente, a Embrapa tem testado a pulverização com drones na agricultura em produtos fitossanitários, por meio de um sistema com delineamento de pesquisa semelhante a áreas de produção comercial. O objetivo da instituição é identificar a viabilidade prática e os parâmetros técnicos voltados ao controle de plantas daninhas, doenças nas culturas e insetos, além do custo operacional em comparação com a pulverização feita por outras tecnologias.

Pulverização com drones na agricultura: culturas beneficiadas

As primeiras culturas beneficiadas com a pulverização com drones na agricultura, no Brasil, foram as de cana-de-açúcar, eucalipto, laranja, arroz e café, principalmente nas regiões Sudeste e Sul do país. Todavia, de acordo com os especialistas, não há restrição de espécies no que diz respeito à aplicação dos defensivos agrícolas através deste tipo de equipamento.

Aplicação aérea

Principais características da pulverização por drones e aviões

mapa do processo de pulverização por drone

Principais características da pulverização por drones e aviões/Infográfico: Alexandre Affonso/Pesquisa Fapesp

 

4 passos básicos para a pulverização com drones na agricultura

Em nível geral, a pulverização com drones na agricultura segue os mesmos parâmetros do método convencional e demanda quatro passos básicos:

  1. Avaliação da cultura-alvo antes da realização da pulverização;
  2. Escolha dos bicos, dos tipos de jato e da vazão do defensivo agrícola a ser aplicado;
  3. Preparo do princípio ativo e da calda, ordens de adição e formulações;
  4. Inserção dos planos de voo e início das operações com os drones em campo.

 

Drone para pulverização

O multirrotor Pelicano, da SkyDrones, permite que até 8 litros de produtos químicos líquidos sejam aplicados por voo/Foto: MundoGeo

 

Regulamentação da pulverização com drones na agricultura

Antiga demanda de produtores rurais, empresas e pesquisadores, a regulamentação da pulverização com drones na agricultura, no Brasil, está próxima de ser definida. A regulamentação e fiscalização dessa atividade no país fica sob a responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Uma instrução normativa do Mapa que aborda os padrões técnicos operacionais e de segurança da pulverização com drones na agricultura já foi encaminhada para a verificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama). A expectativa é de o documento seja publicado até o final de 2021.

Leia também: Drones na agricultura: melhore a sua produção com eles.

Você sabia?

Hoje, no Brasil, a Anac permite o uso de drone para a pulverização com peso até 25 quilos, incluindo equipamento e carga. Há a tendência de que este limite seja ampliado quando a instrução normativa do Mapa for regulamentada.

Para operar no Brasil em nível não recreativo, os drones precisam seguir as leis e diretrizes do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), órgão vinculado a Aeronáutica, Ministério da Defesa, Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e Anac. Ao contratar empresas que prestam esse serviço é muito importante checar se elas possuem as autorizações e regulamentações necessárias.

Em nosso próximo artigo, aqui no blog da Ortopixel, vamos listar os modelos de drone mais utilizados na pulverização na agricultura, bem como suas respectivas características e especificações. Até breve!

Outros posts

Importância da batimetria e agrimensura na topografia com drone

Importância da batimetria e agrimensura na topografia com drone

Partindo do pressuposto de que a topografia é repleta de vantagens e permite análises e planejamentos cada vez mais estratégicos e precisos, através de levantamentos bem detalhados, é possível trazer ao centro do debate dois fenômenos valiosos - batimetria e...

Vantagens da topografia com drone

Vantagens da topografia com drone

A topografia com drone chegou ao mercado tecnológico anunciando inúmeras oportunidades para as empresas. As vantagens para empresas que utilizam a topografia com drone permitem análises e planejamentos cada vez mais precisos, através de levantamentos bem detalhados....