O que é BIM e como os drones são inseridos nessa tecnologia

11 de fevereiro de 2021 | BIM

Você já ouviu falar na tecnologia BIM (Building Information Modeling)? Aliada à capacidade que os drones têm de alcançar áreas de difícil acesso e coletar imagens digitais de alta precisão, a Modelagem de Informação da Construção se apresenta cada vez mais como um mercado promissor no campo da engenharia civil.

Mas o que é e como funciona a tecnologia BIM? De maneira organizada e integrada, esta metodologia tem a finalidade de especificar e reunir tanto as informações como as aptidões dos projetos construtivos.

Um exemplo prático: com a tecnologia BIM, esqueça os tradicionais protótipos 2D. Isso porque esta nova modelagem desenvolve um modelo 3D detalhado da obra, um trabalho muito mais rico em detalhes e próximo do resultado esperado.

Com esses modelos digitais gerados por computador via tecnologia BIM, as atividades de construção, fabricação e aquisição no canteiro de obras tornam-se muito mais eficientes e assertivas, uma vez que passam a contar com o auxílio de dados extremamente importantes para o projeto.

Os drones ganham inúmeros recursos com o avanço da tecnologia nas últimas décadas

Os drones ganham inúmeros recursos com o avanço da tecnologia nas últimas décadas

Drones: definição e importância

Os drones são um tipo de Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant), controlados remotamente ou mesmo de forma autônoma, a depender do modelo. Inicialmente utilizado para fins militares, os drones ganharam inúmeros recursos com o avanço da tecnologia nas últimas décadas, o que possibilitou a incrementação de dispositivos mais modernos, controle via satélite e aumento do tempo de voo.

Hoje em dia, em razão de fatores como precisão, agilidade e eficiência, os drones atualmente são utilizados em diversos setores da economia – construção civil, mineração e indústria, entre outros – e não apenas para atividades bélicas e entretenimento.

Drones e BIM: o futuro é agora

Recentemente, demostramos aqui no blog da Ortopixel a importância dos drones para o setor da construção civil. Imagine, então, a oportunidade de compatibilizar o trabalho resultante das imagens produzidas por esses Vants com a tecnologia BIM?

Os dados coletados pelos sensores dos drones são capazes de produzir ortomosaicos georreferenciados, modelos 3D, nuvens de pontos e modelos de superfícies digitais. Uma vez utilizadas juntamente com sistemas GPS, essas imagens podem ser visualizadas em 2D e 3D nos softwares BIM.

Automatização em tempo real

Quando aplicada no gerenciamento de projetos da construção civil, a tecnologia BIM viabiliza a compatibilidade entre os planejamentos e a integração de todos os profissionais envolvidos. Funciona assim: os dados são compartilhados, o que contribui para que possíveis alterações nos empreendimentos se tornem automatizadas e sejam disponibilizadas em tempo real. Com isso, os erros comuns nas fases iniciais podem ser minimizados e/ou reparados.

Os drones – sempre é bom lembrar – facilitam o processo de modelagem 3D, tornando o processamento dos softwares BIM mais econômico, rápido e fácil, pois elimina a necessidade de plantas baixas e de sensores de escaneamento de alto custo. Listamos as quatro principais aplicações desses Vants em relação a tecnologia BIM:

  1. Manutenção de prédios;
  2. Acompanhamento das etapas de construção;
  3. Análise de eficiência térmica;
  4. Monitoramento de segurança.

Saiba mais: https://ortopixel.com.br/drones-e-bim-como-a-tecnologia-pode-revolucionar-a-construcao-civil/

Nuvem de pontos 3D pode ser gerada por drones e integrada a softwares BIM

Nuvem de pontos 3D pode ser gerada por drones e integrada a softwares BIM

Você sabia?

Com a inserção do uso de drones em topografias de áreas e avaliações de pré-projetos, um terreno de 12 hectares pode ser mapeado, em média, em até quatro dias. Essa conta já considera processos como o início da requisição e a importação da nuvem de pontos para o software BIM. Já por meio dos métodos tradicionais de levantamento de campo, seriam necessários de duas a três semanas para uma verificação completa.

Entre as vantagens da inserção de drones juntamente com a tecnologia BIM, estão um melhor planejamento do local; monitoramento e terraplanagem; e verificação do concreto e das tubulações. Os principais benefícios referentes à integração da nuvem de pontos capturada por drones, levando-se em conta o BIM como facilitador, são os seguintes:

  • Acompanhamento do nível qualitativo da execução do projeto;
  • Comparação da atual etapa do projeto em relação ao que foi planejado;
  • Alto nível de informações iniciais para a etapa de pré-projeto;
  • Registro documental dos fatos e etapas a serem entregues;
  • Alinhamento de cronogramas e fiscalização de contrato de terceiros.

Conclusão

A integração dos drones e plataformas BIM no setor da construção possibilita o compartilhamento em tempo real de uma série de fotos e filmes aéreos de alta definição. Além disso, contribui para o monitoramento das atividades do canteiro de obras sem que haja a necessidade de estar fisicamente presente no local do empreendimento.

Ao ser adotada a metodologia BIM, é possível dispor de um modelo atualizado e adequado para o planejamento de intervenções de manutenção. Nessa fase, os drones são ferramentas muito importantes para realizar inspeções remotas de partes de difícil acesso do edifício.

Gostou deste artigo? Entre em contato conosco agora mesmo. Teremos satisfação em conversar com você e apresentar nossas soluções para o seu negócio:

[email protected]
(71) 3351.1964/99297.8714


Leia também:

Drones e BIM: como a tecnologia pode revolucionar a construção civil

Inspeção com drone: Possibilidades e soluções.

Drones são soluções sustentáveis para o meio ambiente.

Drone na mineração: Uma tendência que veio para ficar.

Topografia com drones: tudo o que você precisa saber.

Saiba as vantagens do uso de drone na construção civil.

Drones na agricultura: melhore sua produção com eles.

Outros posts