Topografia com drone: principais aplicações na indústria

27 de agosto de 2021 | Aerofotogrametria, Inspeção, Mapeamento Aéreo, Topografia

A topografia com drone na indústria tem sido cada vez mais utilizada. Entre os principais motivos estão a riqueza de detalhes referente as imagens obtidas pelas tecnologias embarcadas, a segurança para os profissionais e o custo-benefício comparado ao levantamento topográfico convencional.

Primeiramente, vamos recordar como funciona a topografia com drone. A topografia com drone ocorre através de mapeamento do terreno via pontos coletados. Uma das principais diferenças em relação ao método tradicional é que não precisa ocupar cada ponto para coletá-lo: com a aerofotogrametria isso é feito remotamente. Desse modo, cada pixel da imagem é transformado em um ponto com coordenada comum no terreno.

Drone para mineração: veja os tipos de inspeção mais frequentes

Isso ajuda a entender a razão de a quantidade de pontos obtidos com a topografia com drone ser, consideravelmente, superior à da topografia convencional. Um exemplo: em uma mesma área onde a topografia em solo coleta 700 pontos, a topografia com drone consegue produzir mais de 1.000.000 de tie points (TP).

Principais aplicações da topografia com drone na indústria

Entre as principais aplicações da topografia com drone na indústria, destacamos:

  • Inspeção e fiscalização de equipamentos e plantas industriais;
  • Inspeção, fiscalização e monitoramento de infraestruturas;
  • Inspeções em espaços confinados;
  • Inspeções em espaços abertos;
  • Levantamento cadastral (mapeamento área e 3D).
ortomosaico georreferenciado capturado por drone

Ortomosaico georreferenciado é um dos produtos que a topografia com drone pode oferecer ao setor industrial/Imagem: Ortopixel

Topografia com drone na indústria: monitoramento e segurança

A topografia com drone na indústria é de fundamental importância, uma vez que as instalações industriais têm a necessidade de monitoramento frequente, cujo propósito é assegurar o perfeito funcionamento de toda a infraestrutura e dos sistemas operacionais.

Além de potencializar os resultados de produtividade e eficiência, a topografia com drone na indústria também é imprescindível quando falamos de segurança, sobretudo quando as atividades envolvem áreas de difícil acesso e representam risco para os trabalhadores. É que a utilização desse tipo de tecnologia permite sobrevoar esses terrenos mais complexos de forma remota, sem a necessidade de expor as equipes.

Como a aerofotogrametria com drone pode ajudar o seu negócio

Espaços abertos

Você sabia que os drones dispensam a dependência do uso de estruturas elevadas (como andaimes) quando empregados em inspeções em plantas abertas? Em razão de fatores como a sua complexidade e grau de altura, as estruturas industriais costumam demandar métodos rígidos de segurança para realização de análises do seu funcionamento e estado físico. Muitas vezes, essas construções são danificadas por conta da ação do sol e da chuva, além do tempo das edificações em si. Isso resulta na necessidade de verificações periódicas.

Para inspecionar os espaços industriais abertos, os drones utilizam fotografias e vídeos, que podem ser coloridos ou através de infravermelho (termais). As câmeras embarcadas contam com lentes dotadas de zoom, as quais possibilitam que o aparelho usado para a coleta das imagens se mantenha a uma distância segura das estruturas.

Espaços confinados

O elevado risco operacional é uma das principais características dos espaços confinados, muito comuns em segmentos industriais como petróleo e química, construção civil, agricultura, mineração e energia. Nesse sentido, os drones são essenciais, porque reduzem a zero os perigos ocupacionais.

6 espaços confinados onde os drones podem contribuir:

  1. Indústria: (petróleo e química): reatores, colunas de destilação, precipitadores, lavadores de ar, dutos;
  2. Agricultura: biodigestores, silos, moega, transportadores enclausurados, poços, cisternas, esgotos, valas, trincheiras;
  3. Alimentos: fornos, panelões, depósitos, silos, misturadores, secadores, tonéis, dutos, lavadores de ar;
  4. Construção civil: poços, valas, escavações, forros, dutos;
  5. Metalúrgica: dutos, tubulações, tanque, coletores;
  6. Têxtil: caixas, recipientes de tingimento, caldeiras, tanques, prensas.
equipamentos de fotografia para drones

Fotos e vídeos de alta resolução são produzidos com tecnologias embarcadas em drones/Foto: Aaron Burden/Unsplash

Levantamento cadastral (mapeamento 3D)

O levantamento cadastral das plantas industriais é outra área importante onde os drones podem atuar. Estes Vants (Veículos Aéreos Não Tripulados) conseguem a obtenção de altos níveis de dados das estruturas, entregando resultados com precisão milimétrica. E como isso é possível? Com tecnologias como câmeras RGB, Laser Scaners e Lidar, integrados a ferramentas como Laser Scaners terrestres.

A convergência que possibilita representar a planta industrial com o auxílio de modelos tridimensionais e os softwares de análise faz com que os processos decisórios se tornem mais modernos e práticos, além de reduzir os custos dos projetos de engenharia. Entre os principais produtos que podem ser gerados estão o Ortomosaico Georreferenciado e as Curvas de Nível.

Gostou deste artigo? Tomara que este conteúdo tenha lhe ajudado a esclarecer dúvidas sobre a topografia com drone na indústria.

A Ortopixel atua desde 2016 no mercado de drones, sendo a primeira empresa, no estado da Bahia, a utilizar drones para elaboração de produtos técnicos como Ortomosaicos Georreferenciados e Modelos Tridimensionais.

Caso tenha interesse em saber mais sobre as soluções que a Ortopixel pode oferecer ao seu negócio, entre em contato conosco agora mesmo:

[email protected]

(71) 3351-1964 / 99297-8714

Outros posts